Meninas Malvadas – A série

Pelo título até poderia ser um anúncio da Netflix deixando todos nós felizes e ansiosos pela possibilidade de existir uma série de um dos filmes mais icônicos dos anos 2000: Meninas Malvadas; Mas eu sei que vocês ficaram tão felizes quanto ao saberem que eu iniciaria uma série de  d e s e n h o s  inspirados nas meninas malvadas!

A série foi intitulada no meu instagram (@euleticiaabreu) como “Menininhas Malvadas” e foi uma série onde testei diversos estilos, comecei com uma ideia e finalizei com outra completamente diferente. Foram postadas seis fotos ao total, cada uma com uma situação e técnica diferente que de certa forma me fizeram ter um outro olhar para as técnicas de pintura e desenho que eu estava usando até então.

Meu primeiro passo foi assistir o filme novamente para lembrar de todas as cenas (já faziam uns bons anos que eu não o assistia) e pegar as principais partes do filme para ilustrar de acordo com o meu estilo.

acapa

Para quem não se lembra da história: A personagem principal Cady entra para o ensino médio em uma nova escola tendo a sua primeira experiência em estudar em uma escola, até então seus pais davam aulas para ela dentro de casa. Na escola Cady passa por todas as situações de uma adolescente excluída até encontrar dois amigos que a ensinam sobre a vida selvagem do ensino médio, mostrando a ela os grupos que ali haviam, incluindo o grupo das poderosas composto por Gretchen, Regina George e Karen. 

A nova amiga de Cady mantinha uma certa raiva sobre a dona do grupo das poderosas Regina George então, Cady e sua amiga bolão um plano que é apresentado na maior parte do filme de arruinar a vida de Regina e tirar dela tudo o que a tornava uma poderosa: Um corpo “gostoso”, um namorado gato e duas melhores amigas. 

O plano funciona (SPOILERS) e no meio do filme Cady se torna uma nova versão de Regina “The new queen bee”, mas essa realeza não dura muito até a antiga rainha descobrir o plano da Cady e sua amiga, espalhar isso para a escola inteira e como vingança espalhar pela escola todas as páginas do “Burn Book”, livro onde “As poderosas” falavam mal de T O D A S  as pessoas daquela escola, isso gera um verdadeiro caos na escola onde todas as meninas da instituição começam a se xingar e acusar umas as outras de terem escrito aquelas paginas. 

No fim o diretor junta todas as meninas da escola na quadra de basquete para falar sobre a falta de respeito entre elas e os xingamentos gratuitos falados no dia a dia e no “Burn Book”; Uma das cenas mais bonitas do filme são todas as meninas falando uma por uma seus segredos e desabafando sobre as pressões do colégio. No fim o grupo das poderosas se dispersa e as quatro protagonistas passam a entender o quão mal elas faziam para outras pessoas às diminuindo e falando mal pelas costas. 

 

Minha ideia inicial era captar essa sequencia de acontecimentos do filme durante a série, começando com alguns desenhos com as frases mais marcantes do filme como “You can sit with us” e “on wendesday we wear pink” e depois começar a mostrar o outro lado das protagonistas, um lado que no filme aparece como “mais humano”.

DESENHO 1: A LITTLE BIT DRAMATIC

Para mim a melhor maneira de iniciar a série era desenvolvendo um desenho com as quatro protagonistas, tentando captar um pouco da personalidade de cada uma. Utilizando as cores que dominam o filme como o Rosa e colocando um pouco do meu traço e das minhas características de ilustração nessa composição.

a little bit dramatic_Mean Girls_Meninas Malvadas
A little bit dramatic. Ilustra: Leticia Abreu. Foto: Autoria própria.

 

DESENHO 2: OMG, THAT’S SO FETCH!

Eu adoro as “gírias” que esse filme trás e uma delas é repetida diversas vezes pela Getchen “That’s so fetch!”

omg thats so fetch_Meninas Malvadas_ Mean Girls
Omg That’s so fetch. Desenho: Leticia Abreu. Foto: Autoria Própria. Feito com o aplicativo Autodesk Sketchbook

 

DESENHO 3: WAS I THE NEW QUEEN BEE?

Outra cena extremamente importante desse filme é quando a protagonista Cady ganha o título de rainha do baile de primavera do colégio e durante o seu discurso (pós desgraça total com a divulgação do Burn Book) quebra a coroa na frente de todo mundo, e distribui pedaços dela entre todas as meninas do colégio.

Me inspirei nessa cena e no momento de virada de Cady quando ela se vê como a nova rainha do “bando” das poderosas da escola.

was i the new queen bee
Was i the new queen bee? Desenho: Leticia Abreu. Foto: Autoria própria. Desenvolvido com o aplicativo Autodesk Sketchbook

 

DESENHO 4: YOU CAN SIT WITH US

Devo dizer que a frase CLÁSSICA do filme não podia faltar na série.

You can sit with us
You can sit with us. Desenho: Leticia Abreu. Foto: Autoria própria

 

DESENHO 5: ON WENDESDAY WE WEAR PINK

A segunda frase mais importante do filme não podia faltar. Nessa ilustra não tive a intenção de apresentar nenhuma das personagens principais, apenas a frase em si.

on wendesday we wear pink
On Wendesday we wear pink. Desenho: Leticia Abreu. Foto: Autoria Própria

 

DESENHO 6: A LITTLE BIT TIRED OF BIENING A BITCH

Optei por finalizar a série com uma reformulação da frase estampada na tshirt da Regina George “A little bit dramatic” e trazer com ela parte da ideia do filme de apresentar o outro lado das personagens do grupo das poderosas.

Sem título
A Little bit tired. Desenho: Leticia Abreu. Foto: Autoria Própria

CONSIDERAÇÕES FINAIS SOBRE A SÉRIE

Vale dizer que essa sequência de desenhos foi desenvolvida um ou dois dias antes de cada postagem no instagram tomando completamente meu tempo e minha cabeça.  Fui e voltei com diversos rascunhos, ideias de como eu queria representar a história do filme, paleta de cores que escolhi e não usei, composições de foto que testei e descartei. Passei por alguns momentos de questionamento com o meu próprio traço, pensando que ele não estava com tanto estilo assim ou que se estivesse já estava na hora de procurar por um novo ou mudar alguns elementos. Finalizei a série encontrando uma outra forma de pintar com os marcadores que encaixou no meu estilo de ilustração e acabei feliz com o resultado apesar de altos e baixos e uma certa demora na postagens das ilustras no instagram.

 

Se você gostou desse post, compartilhe com os seus amigos e deixe aqui um comentário! Caso você tenha alguma ideia de um outro tema que possa virar uma série de desenhos por aqui, me conta que vou adorar saber s2. Não se esqueça também de me seguir no instagram oficial do site @euleticiaabreu.

Anúncios

COMPOSIÇÃO: Ilustração de moda

Decidi escrever esse post por demanda própria. Diariamente estou no instagram e Pinterest pegando referências para desenvolver diversos tipos de trabalhos e muitas vezes quando procuro por “desenho de moda” ou por “Ilustração de moda” os resultados que chegam a mim são de croquis de moda! É sobre essa diferença sutil na nomenclatura mas gigantesca no resultado que quero falar com vocês antes de conversarmos sobre composição do desenho de moda.

Na área da moda o croqui, também conhecido como o “esboço”, é muito utilizado pela praticidade e rapidez em desenvolve-lo; Um croqui não precisa de elementos de fundo, não precisa de muito cuidado com a finalização, não precisa nem estar com uma pintura uniforme porque o objetivo do croqui de moda é transmitir a ideia de uma peça de roupa.

Leia Também: Croqui de moda – Processo e Proporção

São nestes esboços que observamos aqueles desenhos de modelos magras e altas, com roupas desenhadas a partir de manchas de aquarela, ou de um rabisco solto feito com marcador que pode dar a ideia de um vestido, jaqueta ou qualquer outra peça que você possa imaginar; Temos vários exemplos de ilustradores que trabalham só com esse tipo de croqui como o @jessadamsknit, @arielstudio62 ou a @elenaciuprina e ainda muitos outros que podem ter seus trabalhos encontrados facilmente na internet.

ariel studio 2

jess adams 1

O croqui é o auxílio do estilista ou da equipe criativa de uma marca de moda para desenvolver uma coleção seja de roupas, sapatos ou acessórios, é um processo rápido de fazer e fácil de ser repetido já que para se chegar em uma boa coleção de, por exemplo, 20 looks normalmente são desenhados mais de 50 possibilidades para que as melhores sejam selecionadas de acordo com alguns critérios que variam de marca para marca/ estilista para estilista.

paul keng

Quando falamos em ilustração de um modo geral, entramos em um outro mundo de possibilidades, técnicas e aplicações onde temos ilustração: Digital, de moda, quadrinhos, animações, etc; e normalmente estas outras áreas de ilustração para além da moda desenvolvem trabalhos com uma composição e movimentos da ilustra de maneira mais trabalhada, e o desenho de moda em alguns casos absorve dessas referências. Da mesma forma, quando unimos ilustração + moda normalmente temos pinturas mais realistas como as ilustras do @paulkengillustrator com grande foco no planejamento ou ilustradores que trabalham apenas com tons preto e branco e desenvolvem um estilo único de traço nas suas ilustras como é o caso da ilustradora Laura Laine.

Leia Também: Ilustração Digital – Inspirando e Respirando

Nas minhas ilustras eu gosto de trabalhar com um fundo, movimento e poses diferentes de modelos como vocês costumam ver nos meus scketches e postagens no instagram @euleticiaabreu. Depois de toda essa introdução vou mostrar para vocês como eu costumo trabalhar com outros elementos na minha ilustra além do corpo da modelo e como tema para isso tudo vamos usar uma comida queridinha dos finais de semana: a pizza.

d633714327d7b8cd807fc00ed83dd102

O primeiro passo é o de definir o “clima” da ilustra, se ela será mais divertida, séria, triste, modelo com carão, várias opções; Com essa espécie de “clima” definida fica mais fácil procurar uma imagem de referência e também de definir a sua paleta de cores de maneira minimamente coerente. Já que o meu tema é leve e presente nos finais de semana de muita gente, optei por um clima mais divertido e fui atrás de poses menos convencionais pegando como referência uma das fotos da Rita Ora para Adidas.

Daqui para frente o desafio foi o de passar a ideia de diversão a partir dos tons da pizza (tons de bege, vermelho e amarelo), então comecei a estudar as possibilidades de cores para a roupa da modelo e que formas poderiam completar o fundo para transmitir a ideia que eu desejada, aqui você pode usar de referências de outros artistas ou treinos do seu sketch para testar e estudar o que combina com a sua ilustra.

Pense também no tipo de movimento que você deseja dentro do trabalho, por exemplo, na foto de referência da Rita Ora o movimento está todo por conta das listras vermelhas e pretas no fundo que complementam o movimento da modelo, o que tentei seguir no rascunho e na primeira pintura mas esse tipo de desenho no fundo da ilustra não combina muito com o meu estilo e eu preferi mudar, como vocês podem ver nas duas imagens de rascunho logo a baixo.

Leia Também: Primeiras Impressões – Mesa Digitalizadora WACON INTUOS ART

Sobre as cores. Eu queria a modelo destacada. Sendo assim eu simplesmente escolhi uma cor de fundo que ajudasse nisso.

Não é comum ilustradores de moda trabalharem muito com os fundos da ilustração ou com o movimento da modelo, normalmente os ilustradores focam no panejamento (pintura com uso de luz e sombra para representar o tecido das roupas) mas eu me encontrei nesse estilo e por enquanto é nele que estou.

Pizza Girl FINAL

Se você gostou desse post curte e compartilha ele com quem pode gostar! Não esquece que se você gostou do meu trabalho você também pode apoia-lo e acompanha-lo pelo instagram @euleticiaabreu s2

Ilustração Digital – Inspirando e Respirando

Com novos materiais em mãos treinos devem ser feitos até você ficar tinindo em alguma técnica, daquele jeitinho que você desejava; Para isso, costumamos nos inspirar em outras pessoas que já dominam a tal técnica, pois bem, o inspirando e respirando de hoje é sobre os artistas que me inspiraram ao longo de fevereiro para treinar as minhas recentes pinturas digitais 🙂


Bé Fernandes

Madrid.

Onde encontrar essa bonita

Site: thegirlwithahat.tictail.com

Instagram: @thegirlwithahat

 

Encontrei essa artista no instagram (de onde saem boa parte das minhas referências) recentemente e me apaixonei pelo traço dela e os tons pastéis usados na maioria das pinturas. Em alguns vídeos disponíveis em seu perfil é possível supor que a artista utiliza em suas artes tradicionais tintas acrílicas, guache e lápis grafite como materiais principais.  Na maioria de suas artes presentes no instagram e em seu site, disponíveis para venda, um tema recorrente em suas ilustração são retratos de rostos de mulheres ou o dia a dia das mesmas.

 

Screenshot_20180307-122703Screenshot_20180307-122721Screenshot_20180307-122728Screenshot_20180307-122832Screenshot_20180307-122845


Camila Rosa

Ilustradora do Brazilsão

Onde encontrar essa bonita:

Site: society6.com/camixvx

Instagram: @camixvx

 

Mais uma recente e ótima descoberta do instagram vinda das minhas últimas buscas por referências em ilustração digital. O estilo dessa artista no traço, uso de cores e temas de cada ilustração foi o que me chamou atenção; Basicamente tudo.

 

Screenshot_20180307-122352Screenshot_20180307-122404Screenshot_20180307-122416Screenshot_20180307-122435


Ross Tran

Artista Digital e Youtuber

Onde encontrar esse bonito

Site: http://www.rossdraws.com

Instagram: @rossdraws

Youtube: Ross Draws

 

Este artista eu já conheço a alguns anos com o seu trabalho na internet, especialmente no youtube. Ele apresenta um estilo mais realista de desenho e pintura digital (em alguns trabalhos com um estilo puxado para o manga) e tem uma maneira divertida e interessante de chegar as suas ilustras finais, normalmente o artista parte de uma foto de um amigo (a), do seu próprio cachorro, de si mesmo ou até de sua mãe e através de ferramentas como o liquify e muitas outras do photoshop ele edita a imagem para que fique com traços próximos ao que ele deseja e depois começa a pintura da ilustra como um todo.

É um artista que a um tempo já me inspira a melhorar as minhas técnicas e buscar outros meios de fazer as ilustras.

 

rosstraninstagramrosstranartrosstranartrosstranart

rosstran

 

Comentem sobre artistas que trabalham com ilustração digital que também inspiram vocês! E não se esqueçam de seguir o perfil oficial do blog no instagram @euleticiaabreu para saber das tretas e reviravoltas.

Croqui de moda – Processo e Proporção

Normalmente quando vou desenhar aquele croqui de moda bem “rápidão” para não esquecer da ideia ou pra algum trabalho, eu costumo dar uma exagerada nas proporções das pernas e meu croqui acaba ficando com 10 cabeças, mas hoje resolvi fazer um croqui bem de acordo com as proporções de 8 cabeças, a clássica para os croquis de moda; Na teoria, o ideal para o croqui de moda é ter a proporção de 8 cabeças para que você entenda de fato como a roupa que está desenhada vai ficar no corpo.

PROPORÇÃO

A proporção de oito cabeças é como um auxílio para sabermos onde estão localizadas todas as partes do corpo de maneira proporcional. No início é importante termos essas proporções em mente mas não se prenda a elas para fazer seus croquis, isso vai evitar que você fique com vícios no desenho e que seu desenho fique muito mecânico. 

Normalmente temos as cabeças divididas dessa forma:

Cabeça 1: Cabeça + Queixo + Pescoço

Cabeça 2: Ombros +Início do braço

Cabeça 3: Início do braço + Cintura

Cabeça 4: Quadril

Cabeça 5: Coxa + Pulso + Dedos

Cabeça 6: Joelho

Cabeça 7: Panturrilha

Cabeça 8: Pés

garota-cirsence_fashion-ilustration_proporc3a7c3a3o2-e1519600026870.jpg

Proporção de oito cabeças – Croqui de moda

O ideal é desenhar a proporção com grafite, bem de leve para não ficar linhas marcadas no papel que eventualmente podem atrapalhar a finalização do desenho; Como eu recentemente adquiri uma mesa digitalizadora, estou fazendo vários testes e treinos para melhorar o meu traço nela e resolvi testa-la como auxiliar para os meus esboços.

Leia também: Primeiras Impressões – Mesa Digitalizadora WACON INTUOS ART

Com a proporção de fundo – e opacidade da camada em 50% – esbocei o corpo com mais detalhes da roupa e melhorando algumas curvas do corpo que ainda não estavam me agradando. Esse processo é idêntico quando feito no papel; Desenvolver o esboço de proporção com um grafite de maneira leve e vir por cima dele esboçando com mais detalhes o croqui para deixa-lo da maneira como você deseja.

Garota Cirsence_Fashion Ilustration_Rascunho1

DICAS IMPORTANTES SOBRE O ESTUDO DE PROPORÇÃO PARA CROQUI DE MODA

Se você esta iniciando no mundo dos croquis de moda agora, é importante sim entender as proporções e pratica-las mas não se prenda a elas! O croqui tem esse nome por um motivo, ele é um esboço. Quanto mais você se prender a linhas horizontais e verticais para trabalhar a proporção menos natural esse croqui vai parecer e mais dificuldades você vai ter em encontrar o seu traço.

OU SEJA;

Largue mão da régua e da borracha 

PORQUE:

Deixar a régua de lado vai te ajudar a trabalhar o seu controle sobre os traços;

Deixar a borracha de lado é fundamental para aprender a dosar a força que você coloca sobre o lápis enquanto esboça.

INSPIRAÇÕES

Nem sempre as ideias dos desenhos surgem do nada, normalmente precisamos nos inspirar em alguns temas, situações, músicas, etc; Cada um tem sua maneira. No meu caso, me deixo levar pelo Pinterest e ao longo das semanas faço várias pastas sobre um mesmo tema para usar em eventuais ilustras ou outros trabalhos.

Para o croqui de hoje, me inspirei em alguns editoriais de moda baseados no circo.

Sem título.png

FINALIZAÇÃO

Optei por finalizar esse croqui a mão e imprimi todo o esboço para passar a limpo nas folhas para marcador, como costumo fazer na maioria das minhas ilustras, finalizando o croqui central com as canetas nanquim trabalhando com áreas em branco e adicionando todas as cores no fundo do desenho.

Esboço – Folha vegetal – Passar a limpo na folha original da pintura

untitled17

MATERIAIS

Lapiseira pentel 0.5

Caneta nanquim – Sakura Pigma Micron 05

Caneta nanquim – Sakura Pigma Micron 02

Marcador Copic Sketch – RV69 Peony

Marcador Magic Color – 1105 Melão

untitled15.png

O desenho finalizado está disponível no meu instagram @euleticiaabreu. Se você gostou dessa postagem compartilha com quem pode estar precisando de algumas dicas de desenho e apoie o meu trabalho no instagram s2

Primeiras Impressões: Mesa Digitalizadora WACON INTUOS ART

WAC-490AK.jpg

Se você não viu o meu stories do Instagram (@euleticiaabreu) eufórica na última quarta-feira (14 de fevereiro) conto a novidade aqui para você: Comprei minha primeira mesa digitalizadora.

Eu já havia utilizado essa mesa (que tem esse nome mas ela é do tamanho de um tablete comum) na faculdade a uns anos atrás e achei incrível as possibilidades de desenho e pintura que ela proporciona e neste começo de ano resolvi investir nela e entrar de cabeça nos desenhos digitais.

SOBRE A LINHA INTUOS DA WACOM

 

A wacom é a marca líder no mercado de mesas digitalizadoras e acessórios para tal com linhas para diversos estilos de artistas: Iniciantes à profissionais; Antes de decidir o modelo de mesa que seria melhor para mim, procurei por diversos reviews tanto em blog’s quanto em vídeos e um link que me ajudou muito a entender a linha intuos e decidir qual modelo seria o ideal para a minha necessidade, foi um artigo do site “Show me tech”.

De uma forma bem simples vou resumir abaixo as principais características das 4 mesas digitais que compõe a linha intuos; 

INTUOS DRAW – Modelo de entrada   |   Para iniciantes   |   Apenas com a função pen

INTUOS ART – Para usuários com mais familiaridade com a ferramenta | Função multitoque | Wireless | Disponível em tamanhos pequeno e médio | Experiência de pintura realista

INTUOS PHOTO – Ideal para editores de fotografia | Acompanha software de fotografia para usuários Windows e Mac

INTUOS COMIC – Criação de quadrinhos e mangás | Acompanha Clip Studio Paint Pro e Anime Studio Debut 10

smt-intuos-lineup

INTUOS ART SMALL – O QUE VEIO NA CAIXA

Uma vez que meu foco de desenhos não está em mangás ou quadrinhos, já testei um outro modelo de entrada da Wacom  e não trabalho com edição de fotos não foi muito complicado optar pela compra da Intuos Art por ser um modelo pouco mais avançado do que o modelo de entrada e específico para pintura digital.

ITENS DA CAIXA

1 Tablet (Mesa Digitalizadora)

1 Touch Pen + três pontas para trocar de acordo com o desgaste

1 Cabo USB

1 Manual de instruções

1 Cd de instalação

 

OPINIÕES

O QUE ESTRANHEI

1 – ÁREA ÚTIL PARA DESENHAR

A questão não foi a área útil de desenho da mesa ser pequena mas sim o fato dela representar a tela do computador, por exemplo, quando estamos mexendo o cursor com o mouse ou através do touch pad é você quem guia este cursor, não importa em que canto da tela ele esteja. Com a mesa é o seguinte: O canto superior direito da mesa é o canto superior direito da tela do computador e assim por diante, isso significa que se o seu cursor está nesse canto direito e você colocar a caneta no canto esquerdo da mesa o cursor vai automaticamente para lá.

No início foi difícil de me acostumar mas depois percebi que essa distribuição deixa tudo mais fácil na hora da pintura.

2 – ATALHOS DA MESA

Por “anos” trabalhando com os atalhos do teclado é difícil migrar para os atalhos da mesa mas, ainda não entendi como configurá-los então peço dicas para vocês aqui nos comentários.

O QUE AMEI

1 – CONECÇÃO

Assim que eu conectei o cabo USB no computador a mesa já podia ser utilizada e estava funcionando normal nos programas de edição de imagem (no caso estou utilizando o Photoshop). O ideal é que você instale o CD e o driver do modelo da sua mesa, disponível no site da wacom, para que você possa utilizá-la na MAXIMA POTÊNCIA.

Mas a instalação disso tudo é bem simples, fácil e rápida de fazer.

2 – FLUIDEZ

Depois de alguns tutoriais na internet de como usar a mesa, dicas de como mesclar cores e desenvolver o lineart do desenho comecei a esboçar um rosto como vários que faço para treinar o uso da mesa e mesmo com alguns estranhamentos o processo de desenvolver o sketch e pintar o esboço e etc é incrivelmente fluido, não senti dificuldades por estar em outro tipo de mídia, parece sim que você está desenhando sobre um papel.

3 – NÃO CANSA

Para esse primeiro desenho/teste, fiquei uns dois dias trabalhando em cima dele por vários motivos entre eles a minha dificuldade em colorir minhas ilustras e a falta de prática com a mesa e as ferramentas que eu tenho que utilizar para desenvolver a ilustra no photoshop; Durante esses dois dias a minha mão não doeu ou apresentou algum tipo de exaustão diferente de quando eu faço algumas ilustras por aplicativos em tablets comuns, caso eu fique mais de duas horas no desenho a minha mão já apresenta uma fadiga e já quero parar de desenhar ali; Isso não aconteceu em nenhum momento com a mesa digitalizadora e isso por si só já diz o quão próximo da mídia comum é de desenhar com ela.

Fish girl_Ilustra final
Ilustra Final
Este desenho teste está disponível no meu instagram @euleticiaabreu. Se você gostou e quiser apoiar o meu trabalho entra no perfil, curte e comenta na foto que eu vou ficar bem feliz s2

 

 

Processo de pintura: Carnavalesca

Mas já é carnaval hein meus queridos!

A ilustra de hoje não podia ter outro tema além do feriado que toma conta da cidade com os bloquinhos de carnaval! Para a ideia dessa ilustra eu sabia que:

O gliter era EXTREMAMENTE necessário e que todo o resto da ideia viria de uma união de referências de fantasias de carnaval no Pinterest e no Instagram.


PRIMEIROS TESTES

Quando utilizamos um material que não estamos muito acostumados a aplicar na nossa ilustração eu considero importante fazer alguns testes antes de passa-lo para a pintura final (tem vezes que até com materiais que já estamos acostumado a gente faz tudo errado); Não sei vocês mas eu costumo passar parte do meu esboço para o mesmo papel da pintura final e vou testando todas as cores e efeitos que vem na minha cabeça e que podem complementar a ilustra, isso vem me ajudado a perder um pouco do medo em colorir as minhas artes, principalmente por ficar com medo de estragar uma lineart que demorou para ser feita!

Como já fazia um tempo que eu não mexia com esse material, eu estava bem sem noção de como ele ficaria  no papel, então depois de fazer o esboço da minha menina carnavalesca, logo em seguida testei todos os glitters que eu encontrei em casa e alguns efeitos que eu poderia conseguir com ele. Foi bem nostálgico usar o glitter nessa ilustra por que eu não usava esse tipo de material desde a primeira série

IMG_20180210_180001111

FINALIZAÇÃO

 

A primeira coisa que eu resolvi fazer foi delimitar o local e as cores do glitter. Fiz aquele esquema bem escolar de passar a cola líquida onde eu queria que o glitter estivesse e fui jogando por cima da ilustra. Coloquei as cores em camadas então, primeiro passei a cola onde eu queria que ficasse o dourado, joguei o dourado e depois passei a cola onde ficaria a próxima cor e assim sucessivamente.

pinturadecarnavalgliter.jpg

O processo do lineart foi o mesmo que já faço a algum tempo: Desenvolver o rascunho sem apagar nada e depois passar ele a limpo com a ajuda da folha vegetal para colocar o desenho na folha em que vou pintar; Uutilizei as canetas da unibal pin 0.1 + Sharpie ponta fina; Eu comecei tentando utilizar a Sumi Drawing Ink que é uma tinta para escrita japonesa que eu comprei na dayso, ela é feita de carbono, água e resina, tem um acabamento fosco e é ótima para fazer um degrade de cinzas o que não era a minha intenção nessa ilustra de carnaval.

Veja também: Processo de pintura – Hit do verão 2018

IMG_20180210_180133522

Como o glitter vai dominar essa ilustra, optei por uma folha canson 180g e mesmo assim ela enrugou um pouco com a aplicação da cola líquida; Percebi isso no meio do caminho e então prendi o desenho na minha mesa com a fita crepe (como uma pintura em aquarela).

Dai para frente foi só alegria em primeiro passar a cola onde eu desejava que o glitter ficasse e com a aplicação do brilho finalizada era apenas finalizar a ilustra com as canetas nanquin.

foto-final.jpg

MATERIAIS

GLITER

DOURADO

VERMELHO

PRATA

 

CANETAS FINALIZADORAS

UNI-PIN 0.1 mm

SHARPIE PONTA FINA

 

Um pouco mais do processo de pintura está em destaque no meu instagram (@euleticiaabreu) onde mostro um pouco dos bastidores das ilustras e tudo o mais!

Para se inspirar em formas e volumes: Valeska Collado e outros estilistas

Por conta da nova categoria do blog e do novo projeto que eu estou encaminhando ao longo desse mês, eu andei pesquisando muitas referências de outros estilistas (muitos deles da gringa), e decidi compartilhar com vocês. A maioria das coleções que eu vou linkar aqui foram feitas como trabalhos de conclusão de curso (TCC) das respectivas Universidades onde esses criadores se formaram.

Todos estes criadores eu encontrei no pinterest e pinei as imagens em pastinhas com seus respectivos nomes. Aqui você também vai encontrar onde seguir estes criadores nas redes sociais e algumas outras curiosidades que encontrei sobre seus trabalhos!

 

VALESKA JASSO COLLADO

 

Instagram

Entrevista com a estilista

Designer formada pela Universidade de Westminter que desenvolveu, em 2014, um trabalho de conclusão de curso inspirada pelo trabalho com cores e formas da mobília memphis (design memphis), colocando em suas roupas os tons pastéis e formas que fogem ao limite do contorno do corpo, utilizando revestimentos em latex para criar o visual lustroso das peças.

2c6ddd269bb6fb80efa4ae9b1207c3cd

45e1d0f64061ab5743a6e0b997b7be04

45476d07caa7ba169d6a523a55893cee

 

3833084b3171bb74d51021cce06c241b

 

ebba33a1045b3ee95bcf58774b2d5ef2

f7eff7279783c295ac3b9efd176670f0

 

XIAO LI

 

As pesquisas pelas peças da coleção de 2014 da Valeska Collado me levaram a algumas imagens de roupas com formas muito estruturadas, elegantes e com tons pastéis, utilizando uma espécie de tricô para criar texturas na peça. Assim encontrei as peças da coleção de 2014 desenvolvida pela designer XiaoLi.

Formada na London College of Art e especializada na elaboração de malhas pela London College of Art (informações da designer) a coleção Primavera/Verão abaixo foi apresentada no concurso H&M Design Award e colocou esta jovem designer sob os olhos de todos os amantes de moda e assim se colocou como uma promessa dentro do desing de moda; Apesar de não ter ganhado o concurso XiaoLi recebeu o prêmio  Fashion Scout Merit Award de 2014.

647d96bbd09932ac4084e11da67d662e

09652b5c66bb1760d6a54cfeee17fc1c

18939a2775e1463e1d4662969d042870a9fbc52a6ccc08f6ec4fec26a8cf85fe

cfc129130c6101b0a41079215ca45964

fd4fe2a4ccaf3ab249df308f16469fba

 

IRIS VAN HERPEN

 

Designer holandesa que realiza o seu trabalho em conjunto com uma engenheira, que por sua vez a auxilia no desenvolvimento das peças 3D. Esta designer não costuma utilizar tecidos como sua matéria prima principal, ela explora diversos tipos de materiais, entre eles, o silicone.

Hoje em dia até poderíamos pensar que as peças desta designer são feitas com o auxílio de uma impressora 3D mas, em um dos vídeos no youtube onde a designer fala sobre o seu trabalho, podemos ver que os “moldes” das peças são feitos em formas onde o silicone é aplicado e deixado secar até que possa ser aplicado na peça junto com outras partes de silicone, a partir de costuras.  O vestido que representa uma gota de água se espalhando assim que toca o chão, é uma de suas criações mais icônicas.

 

PHOTO © PETER STIGTER  FILENAME IS DESIGNER NAME  SPRING/SUMMER 2011

cdaa63470fb7725dc07aa69454846be1

00c4153e4b36c540d8928fe720a2be30

937d24974e59667bcfcbedbe6ddd2a4b

46954d487fb11cd31d7235b34f3e1ab0

 

 

Processo de pintura: Hit do Verão 2018

“NÃO ME IMPORTA AS MÚSICAS QUE APARECEREM DAQUI PRA FRENTE, ESSA DEVE SER O NOVO HIT DO VERÃO”

Eu Leticia Abreu

Obrigada pela atenção de todos

 

Nessa sexta-feira dia 19/01 as nossas drag’s Aretuza Lovi, Pablo Vittar e Gloria Groove lançaram o vídeo clipe da música “Joga Bunda” e claramente ela ficou entre os vídeos mais assistidos do youtube e como disse a gloriosa o que nós não esperávamos era Lovi, Groove e Vittar.

Como boa fã das nossas drag’s brasileiras eu resolvi ilustrar uma fã-art baseada no clipe e vim compartilhar com vocês.

 

PRIMEIROS ESTUDOS: SCKETCHBOOK

 

Eu comecei esse desenho fazendo um estudo de como eu iria desenhar os rostos das belas, fiz eles separados para depois pensar em como junta-los em uma única ilustração. Acabei desenvolvendo uma leitura desses rostos com um traço Fashion, afinal de contas é o que eu mais desenho e faz parte do estilo do meu traço.

 

aretuza-lovi.jpg
Aretuza Lovi
Foto: Autoria Própria

 

gloria groove

Gloria Groove
Foto: Autoria Própria

 

paplo-vittar.jpg

Pablo Vittar
Foto: Autoria Própria

 

UNIÃO DOS DESENHO E PINTURA

 

Depois de finalizar os scketch’s dos rostinhos eu uni todos com o auxílio de uma folha vegetal, minha grande companheira nessas horas.

 

desenho_joga_bunda_vegetal.jpg

Ilustra no papel vegetal
Foto: Autoria Própria

 

Para as cores a intenção era me basear na própria paleta de cores do clipe, mas eu claramente não tinha os mesmo tons em marcadores e tive que dar umas adaptadas de acordo com os materiais que eu tenho aqui. Foi um processo longo pra pensar as melhores cores para a ilustra e ainda não fiquei 100% contente com ela; Para pensar melhor nas cores fiz o color chart com todos os marcadores que eu tenho e no fim das contas acabei usando as mesmas cores de sempre.

 

color_chart_magic_color.jpg

Color Chart Magic Color
Foto: Autoria Própria

 

pintura_magic_color.jpg

Testes de pintura
Foto: Autoria Própria

 

Com medo de errar a cor ou ter que contornar todo o desenho com a fine line de novo eu, inteligentemente, decidi fazer alguns testes de cor antes de pintar a ilustra final; Fiquei um bom tempo olhando para essa folha, por conta do falecimento dos meus outros dois marcadores que tinham o tom de vermelho perfeito para a ilustra, eles secaram de tanto que eu usei.

Para resolver o meu problema, fui em direção as cores que eu mais gosto de usar nas minhas pinturas com marcador e fiz uma line art, como de costume, nas belas que estão no centro da ilustra.

 

IMG_20180121_180922626.jpg
Ilustração baseada na música “Joga Bunda”
Foto: Autoria Própria

 

MATERIAIS

CANETAS FINALIZADORAS

MARCADOR PERMANETEN DA SHARPIE – PONTA FINA

FINE LINE – UNI PIN; 0,3 MM

 

MARCADORES MAGIC COLOR

1206 ESCARLATE

1310 ÍNDIGO

Se você gostou do processo compartilha com quem você acha que também pode gostar e me segue no instagram (@euleticiaabreu) para ficar sabendo um pouco mais dos deseinhos e por onde eu vou me aventurando.

O que é a nova categoria “Projeto em Andamento”

☆ ALERTA ☆

SE VOCÊ NÃO É CURIOSO SOBRE O PORQUE ALGUMAS COISAS NO BLOG MUDARAM OU NÃO GOSTA MUITO DE POSTAGENS APENAS ESCRITAS, SIGA POR SUA PRÓPRIA CONTA E RISCO.

 

Algumas mudanças estéticas aconteceram por aqui, isso porque resolvi voltar para o blog com algumas ideias novas que me vieram a cabeça, entre elas estão a criação da nova categoria de post’s que exemplifica a minha falta de capacidade de dar nome a certos projetos, pelo menos no início;

Basicamente a nova categoria irá reunir todos os post’s e links sobre um projeto grande do blog que esteja em andamento; Nenhum big deal no fim das contas, mas achei bom explicar um pouco sobre. Eu poderia simplesmente dar um nome a esse primeiro projeto e esse então ser o novo nome da categoria mas, eu não consegui resumir todos os meus planos para esse projeto em um nome para ele, sendo assim, a criação de um nome genérico que pode valer para vários projetos me pareceu melhor 🙂

Em um próximo post explicarei qual será o primeiro projeto dentre os novos projetos, minhas inspirações e o que mais vocês desejarem saber sobre ele mas, no geral, procurarei realizar projetos pessoais nessa categoria, a princípio, com o objetivo de desenvolver algumas habilidades que eu desejo. Um projeto que já está marcadíssimo para o mês de outubro é o INKTOBER, que dá MUITO trabalho para ser realizado em questão de tempo, força física e mental! Isso porque nos últimos dois anos que participei, sempre busquei realizar artes finais e não apenas sketches no meu caderno (Digo isso porque no fim das contas cada pessoa decide como irá lidar com o inktober) e isso costuma tomar muito do meu tempo útil durante o dia, por isso achei bom coloca-lo como “projeto em andamento” dentro do blog para eu ter um motivo a menos para largar o desafio no meio.

Por enquanto é isso que tenho a dizer.

Não se esqueçam que no instagram (@euleticiaabreu) temos conteúdos diários e lives de vez em quando!

 

Inspirando e Respirando – Pre Fall 2017

As coleções da temporada do Pre Fall nada mais são do que coleções lançadas antes do outono – inverno e que servem como um preview do que de fato podemos esperar da coleção de inverno da marca e, no pre fall 2017, eu me encantei por algumas coleções de marcas mais do que conhecidas, e decidi compartilhar com vocês no inspirando e respirando desse mês aquelas que fizeram meus olhos brilharem.


DELPOZO

A grife espanhola se inspirou no trabalho do arquiteto brasileiro Oscar Niemayer e nas obras do artista Mary Delany para desenvolver a pre fall 2017, explorando formas amplas e modelagens precisas; E foi na forma com a qual a marca explorou  a amplitude das peças onde eu me encantei com a coleção.

Delpozo 1

Delpozo 2

Delpozo 3

Delpozo pre fall 4

Delpozo pre fall 5


PRE FALL 2017

GIVENCHY

Sou apaixonada por roupas volumosas, capas e essas peças chamativas, digamos assim, e parece que tudo isso foi colocado na pre fall 2017 da Givenchy de uma maneira extremamente coerente e com misturas curiosas de tecidos, como a calça de renda amarela com o casaco estampado e estruturado.

 

Givenchy pre fall 1

Givenchy pre fall 2

Givenchy pre fall 3

Givenchy pre fall 4

Givenchy pre fall 6


PRE FALL 2017

MARNI

Uma marca que passei a me interessar recentemente, principalmente pela sua estética, utilizou na pre fall 2017 muitos elementos em um mesmo look e também fez uso de roupas amplas e contrastes de cor e materiais; O que segundo a marca é uma forte característica nos coleções que são desenvolvidas pela equipe. O que mais me chamou atenção na pre fall deste ano da marca, foi a maneira com a qual os muito elementos dos look’s foram combinados e me apaixonei, especificamente, pelos vários lenços amarrados como um laço no pescoço das modelos.

Marni pre fall 2017 1

Marni pre fall 2017 2

Marni pre fall 2017 3

Marni pre fall 2017 4

Marni pre fall 2017 5

Marni pre fall 2017 6